31 de dez de 2012


O poeta quando é tido como vagabundo
Quer dizer que tem presença de espírito
Pois depois se fica velho e moribundo
Seus poemas são citados pelo mundo
E estudados por intelectuais fatídicos

Mas se o poeta como boêmio não é visto
Significa que perdeu toda a magia
As palavras foram escritas sem encanto
A beleza ficou presa em algum canto
E os fatídicos não estudam sua poesia

28 de dez de 2012



Considero-me um sujeito
Sem muitas ou grandes ambições
E de pouco instinto competitivo...

Quem sabe,
O que dentro de uma visão evolutiva/biológica,
Possa parecer uma falha no âmbito da sobrevivência
E da perseveração da espécie;
Talvez, no plano teológico e teleológico
Seja pleno avanço espiritual...

8 de dez de 2012



Gostar de meter é viver entre abismos;
Mesmo seguro é preciso de pinos.

Olhar outros olhos é perder a visão;
Ser filho da fome lambendo sabão.

Entrar no seu jogo é A putaria;
No entanto te leio como uma poesia.