4 de jul de 2011

Ribeira menina na margem
Azul da retina sem tinta
Cloroplastos colorem a vargem
Que a nutre de forma distinta

Moleca de sorriso fácil
Pequena que cresce aos montes
Beirando o rio mais hábil
Cachoeira de biofísicas fontes

Ribeirinhos ficam na estrada
Sorvendo bioquímica solução
Seu barco é a ponte do nada
Sua água é a terra do chão...