30 de jan de 2012

É irritante quando criamos algum sentimento angustiante
de ojeriza em torno de um ambiente específico.

Principalmente quando sabemos
e cremos que antes, ali, adorávamos habitar.

Sei que é suportável a sensação de embrulho estomacal,
mas sei também que é mais saudável não tê-la consigo.

O pior de tudo, numa intriga como esta,
não é ficar de mal do lugar,
é que nunca se sabe bem como fazer as pazes.

6 de jan de 2012

A poesia morre e fede!
Então feda:
Maria...

Maria fede e não morre...
Então morra:
Poesia!

A poesia fede e morre...
Então morro:
Maria!

Maria morre e não fede!
Então fêdo:
Poesia...